Monthly Archives: agosto 2014

Atenção ao novo código de ética.

ética na odontologia

Está em vigor desde 1º de janeiro de 2013, o novo texto do Código de Ética Odontológica, aprovado pela Resolução CFO-118/201.

 

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Art. 1o. O Código de Ética Odontológica regula os direitos e deveres do cirurgião-dentista, profissionais técnicos e auxiliares, e pessoas… E assim vai…..

Com certeza poucos colegas tomaram conhecimento desse fato e caso o tenham feito, não deram a mínima importância. E não dando a devida importância, não tiveram o interesse em dar uma “olhadinha”, uma “espiada”.

Pois bem, não sou diferente de qualquer outro colega. Tenho mais o que fazer do que ficar lendo código de ética profissional e uma dessas coisas a mais é terminar a minha tese de mestrado.

Nesse mestrado frequentei aulas da ÁREA CONEXA e uma dessas aulas foi sobre CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL, onde fomos alertados para o seguinte capítulo:

 

CAPÍTULO XI

“DAS ENTIDADES COM ATIVIDADES NO ÂMBITO DA ODONTOLOGIA”

Art.29.Aplicam-se as disposições deste Código de Ética e as normas dos Conselhos de Odontologia a todos aqueles que exerçam a Odontologia, ainda que de forma indireta, sejam pessoas físicas ou jurídicas, tais como: clínicas, policlínicas, cooperativas, planos de assistência à saúde, convênios de qualquer forma, credenciamento, administradoras, intermediadoras, seguradoras de saúde, ou quaisquer outras entidades.

Art. 30. Os profissionais inscritos prestadores de serviço responderão, nos limites de sua atribuição, solidariamente, pela infração ética praticada, ainda que não desenvolva a função de sócio ou responsável técnico pela entidade.”

 

O que quer dizer isso tudo?

 

Todo consultório odontológico com mais de um profissional atuante é considerado uma clínica.

Por exemplo: você trabalha numa clínica, seja ela jurídica ou não, onde outros colegas atuam em outras especialidades, ou mesmo na clínica geral. E talvez, você nem os conheça, trabalha em dias diferentes ou mesmo aquele colega que divida as despesas com você, no seu consultório. Ou o implantodontista ou o endodontista que vai até sua clínica prestar um serviço.

Qualquer desses colegas que cometer uma infração ética, todos os demais, responderão por isso. Não só o responsável técnico, mas todos os profissionais que ali atuam são corresponsáveis pela infração ética.

É o que diz o Artigo 30 do Capítulo XI.

Sugiro a todos que deem uma “olhadinha” no texto do código. Principalmente no que diz respeito as infrações, porque o código ficou com uma interpretação, no mínimo ambígua.

Lembrando que, o simples fato de não estar em dia com a anuidade do CRO é uma infração.

 

 

Dr. Marcelo José Bellintani Fontana


Coordenador do Curso de Atualização em Implantes Orais da escola NEOM-RB

Mestrando em implantologia

Especialista em implantologia

Pós-graduado em cirurgia avançada e cirurgia periodontal

 

 

 www.neom-rb.com.br

Continue Reading

Dentição jovem, tratar sem aparelho?

 

As deformidades físicas decorrentes de funções  inadequadas são conhecidas de longa data, vejam exemplos:

blog pista1Um dos maiores cientistas da atualidade vítima de paralisia por esclerose lateral amiotrófica, o físico britânico Stephen Hawking na sua juventude e depois de alguns anos.

blog pista2

Deformidade dos pés de um indivíduo acometido de paralisia cerebral.

 

     É sabido que a melhor maneira de minimizar o impacto da função inadequada na anatomia é submeter o indivíduo a fisioterapia. Desde um braço que fica muito tempo engessado a casos de pacientes com paralisias severas.

     A melhor forma de preservação da anatomia é o restabelecimento e a manutenção da função correta o mais cedo possível, isto se aplica a  praticamente todos órgãos do corpo humano.

blog pista 3

Aqui  exemplo de um caso clínico:  No início a boca com anatomia e funções alteradas.   Durante o tratamento  foi priorizado o restabelecimento das funções.

         Tendo em vista isto, nem sempre o tratamento das más oclusões é feito com aparelhos ortodônticos.  Em pacientes muito jovens temos recursos extremamente simples e eficazes que se aplicados a tempo, devolvem a função e restabelecem a anatomia rapidamente, proporcionando estética e estabilidade.

 

            Um destes recursos é chamado de Pista Direta Planas.
Pistas Diretas Planas 
 São complementos de resina muitas vezes aplicados em conjunto com pequenos desgastes oclusais  que reconstituem a função, permitindo que o sistema se desenvolva em sua plenitude de uma forma equilibrada.

            Embora muito simples, esta técnica depende de alguns conhecimentos básicos:         Conhecimentos da oclusão, da ontogenia e da fisiologia do sistema estomatognático, para que se possa detectar a patologia o mais cedo possível e fazer uma intervenção precisa.

          E como qualquer área da Odontologia, sempre é necessário  bom diagnóstico,  bom planejamento e uma boa execução e acompanhamento do tratamento.

Clique aqui e cadastre-se no NEOM-RB para receber informações

 

 

 

 

 

 

Continue Reading

Quanto tempo dura o tratamento com aparelhos?

duração do tratamento

Referência de imagem: http://www.ortodoncia.ws/publicaciones/2010/art24.asp

Quanto mais cedo começarmos tratar, mais longo será o tratamento.

Então melhor começar a tratar o mais tarde possível, certo?

Errado!

Neste caso, o que chamamos de tratamento pode ser dividido de uma maneira bem simples em: tratamento ativo, contenção e proservação.

O mal posicionamento e engrenamento dos dentes na maioria dos casos é um sinal de desajustes no crescimento dos ossos maxilares (maxila e/ou mandíbula).

É uma patologia que deve ser tratada o quanto antes, pois o dentista, dentro de certos limites, pode interferir no crescimento destas estruturas, e com isto tratar a causa e não somente os efeitos.

O tratamento quando iniciado bem cedo tende a ser mais simples, menos incômodo, com melhores resultados.

Parece contraditório pensar em tratar mais cedo, mas vamos lembrar que quando o fazemos, muitas vezes a fase ativa do tratamento acaba sendo menor, e a fase de contenção e proservação (observação), que tem um custo muito baixo, acaba sendo um seguro de custo baixo para garantir a estabilidade do resultado.

Para isto, não basta conhecer somente técnicas que preconizam aparelhos fixos de última geração, que realmente são importantes, mas servem apenas para o tratamento tardio.
Temos que ter o domínio de técnicas que nos permitam trabalhar com a dentição decídua e mista, e se possível eliminar a patologia sem que seja necessária a aplicação de recursos que tratam apenas dentes.lingua

Por quê?

Porque o desajuste do crescimento maxilo-mandibular pode provocar problemas locais e sistêmicos.

Diversas alterações são universalmente conhecidas, mas vamos citar duas que são importantes e pouco lembradas:

Alterações respiratórias: A parte superior da maxila é o assoalho da via aérea superior, por isto, quando a maxila deixa de se desenvolver adequadamente temos uma diminuição da área de passagem de ar nesta via, muitas vezes obrigando a criança a permanecer de boca aberta para poder respirar. Geralmente isto é chamado de mau hábito, no entanto fico tentado a chamar de sobrevivência.

Alterações fonoarticulatórias: A língua e outros músculos necessitam de um espaço funcional para trabalhar adequadamente, e se este espaço faltar sabemos que a criança poderá ter dificuldades para articular corretamente as palavras podendo estender esta dificuldade ao aprendizado e à escrita.

A resposta sobre o tempo de tratamento, embora pareça frustrante, deve deixar claro que o tratamento dura até conseguirmos restabelecer as funções corretamente, isto deve ser conseguido o quanto antes. Devemos esclarecer que tratamos um sistema biológico que tem respostas individualizadas, não existe nem certeza de resultados 100% satisfatórios nem um tempo fixo para chegar a resultados consistentes.

Faz parte da nossa obrigação enquanto profissionais conduzir o tratamento sempre motivando, fazendo os pacientes e responsáveis entender, participar e avaliar o que está sendo feito, para nesta dinâmica conseguir o resultado mais próximo possível do ideal.
Diagnosticar e tratar o quanto antes é melhor.

Veja assuntos relacionados em  www.neom-rb.com.br

Continue Reading